|  Por Justiça Global

Front Line Defenders lança campanha para 15 defensores dos direitos humanos coincidindo com as Olimpíadas

Front Line Defenders lança campanha para 15 defensores dos direitos humanos coincidindo com as Olimpíadas

Campanha “Sonhos Olímpicos” tem como foco defensores dos direitos humanos perseguidos

awake-hope.thumbnail(Dublin, Irlanda) – A Front Line Defenders lançou hoje uma campanha online e de mídias sociais para chamar a atenção de 15 defensores dos direitos humanos (DDHs) de diferentes partes do mundo que são ameaçados, perseguidos, intimidados, encarcerados e sofrem violência devido ao seu trabalho em direitos humanos. A campanha “Sonhos Olímpicos” (www.sportshrd.org) convida o público a se manifestar a favor destes 15 defensores escrevendo para as autoridades desses países, incluindo os presidentes dos vários Comitês Olímpicos Nacionais.

Todos os 15 ativistas incluídos na campanha demosntraram grande coragem e integridade no seu trabalho em uma série de questões de direitos humanos ao redor do mundo. De Temogen Tulawie preso nas Filipinas e Roza Tuletaeva presa no Cazaquistão, até Alexandre Anderson de Souza enfrentando ameaças de morte no Brasil e Kasha Jacqueline Nabagesera enfrentando ameaças de morte em Uganda, os 15 escolhidos para a campanha enfrentam desafios extraordinários em seu trabalho defendendo os direitos humanos dos outros.*

“Com a atenção de todos voltada para o incrível talento e empenho dos atletas de todo o mundo competindo com espírito esportivo e fair play, a Front Line Defenders também gostaria de chamar a atenção para outros heróis nas nossas sociedades que trabalham sob grande risco pessoal, contra obstáculos aparentemente intransponíveis para garantir os direitos e liberdades fundamentais para os outros”, anunciou Mary Lawlor, Diretora Executiva da Front Line Defenders no lançamento da campanha.

“Assim como esses atletas não poderiam competir, muito menos ganhar, nos Jogos Olímpicos sem uma equipe de apoio substancial, os defensores dos direitos humanos também precisam de apoio para a sua proteção afim de obter sucesso. E assim como uma multidão energizada pode estimular um novo recorde mundial, a Front Line Defenders acredita que a mobilização do público aderindo a campanha pode fazer uma grande diferença nas vidas destes defensores dos direitos humanos”, explicou Adam Shapiro, Coordenador de Campanhas.

A Front Line Defenders trabalha há mais de uma década fornecendo apoio prático e rápido para defensores dos direitos humanos em risco, incluindo apoio de emergência, bolsas-auxílio, treinamento em segurança física e digital, advocacy internacional e campanhas.

Para mais informações:

Adam Shapiro, Coordernador de Campanhas
+353-85-236-0262
adam@frontlinedefenders.org
@FrontLineHRD

* Os 15 DDHs na campanha são:
1. Alexandre Anderson de Souza (Brasil); 2. Azimjan Askarov (Quirguistão) 3. Biram Dah Ould Abeid (Mauritânia); 4. Gao Zhisheng (China); 5. Habiba Al-Hinai (Omã); 6. Juan Vásquez (Honduras); 7. Kasha Jacqueline Nabagesera (Uganda); 8. Kavita Srivastava (Índia); 9. Magodonga Mahlangu (Zimbabwe); 10. Marianela Sánchez Ortiz (Venezuela); 11. Osman Işçi (Turquia); 12. Roza Tuletaeva (Casaquistão); 13. Samar Badawi (Arabia Saudita); 14. Temogen Tulawie (Filipinas); 15. Yacine Zaid (Argélia)