Atingidos pela mineração marcham em direção à sede do Governo do Maranhão

Inicio Noticias y análisis Atingidos pela mineração marcham em direção à sede do Governo (...)

O Seminário Carajás 30 anos teve um momento histórico quando centenas de pessoas saíram em marcha da Universidade Federal do Maranhão em direção à sede do Governo do Maranhão, no fim da tarde de quinta-feira, dia 8.

Crédito: Mario Campagnani

Foram quilômetros de uma caminhada conjunta de quilombolas, indígenas, trabalhadores sem terra e moradores de comunidades rurais, entre outros afetados mineração, com cartazes e bandeiras, cantando e gritando palavras de ordem para denunciar essa indústria.

Ao final, os manifestantes conseguiram chegar às portas do Palácio dos Leões – sede do governo –  onde uma imensa faixa contra a mineradora Vale foi exposta, criticando a relação que ela tem com o poder público não apenas no Maranhão, mas em todo o país.

Foi um momento especialmente importante para os maranhenses, pois havia mais de um ano e meio que nenhuma manifestação conseguia chegar perto do salário, sendo reprimida pelo polícia, a mando da governadora Roseana Sarney.

O Seminário Carajás termina nesta sexta, dia 9, mas após uma semana de debates e a grande marcha, o sentimento entre os presentes é de mais força para continuar na luta contra a indústria extrativa.

Confira as fotos no álbum do Facebook da Justiça Global: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.760998823931451.1073741835.168262279871778&type=3

Déjenos su opinión

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *