Defensor denuncia processo de criminalização das lutas sociais

Inicio Noticias y análisis Defensor denuncia processo de criminalização das lutas sociais

somos todos defensores-image
Desde junho de 2013, quando uma série de protestos tomaram as ruas, o Estado intensificou o processo de criminalização dos movimentos sociais. Entidades que atuam na denúncia das prisões e detenções arbitrárias, agressões e lesões ocasionadas pela ação policial e na defesa dos manifestantes foram perseguidas pela imprensa e tiveram até inquérito instaurado pelo judiciário. Esse é o caso de Thiago Melo que teve até seu sigilo telefônico quebrado e seu nome estampado nos jornais.

Thiago Melo é advogado e um dos fundadores do Instituto de Defesa de Direitos Humanos (DDH). O DHH foi criado em 2007 para apoiar as vítimas da chacina do Alemão – quando em um só dia 19 pessoas foram executadas durante uma operação policial -, e atua em defesa de pessoas que sofreram violência policial e no sistema prisional. O quarto vídeo da Campanha Somos Todxs Defensorxs denúncia a criminalização de grupos que atuam na defesa dos direitos humanos. “Advogados hoje vivem com uma sombra, um fantasma permanente, de inquéritos sigilosos”, afirma Thiago.thiago ddh

Somos Todxs Thiago Melo

O objetivo da campanha Somos Todxs Defensorxs é dar visibilidade a casos de criminalização de defensoras e defensores, chamando a atenção para os processos de coerção e de violação de direitos de comunidades inteiras e seus porta-vozes, procurando fortalecer a sociedade civil e politizar o debate a respeito da perseguição violenta destes grupos sociais.
A campanha é uma realização da Plataforma de Direitos Humanos Dhesca Brasil, Movimento Nacional de Direitos Humanos, Intervozes e Justiça Global com apoio do Fundo Brasil de Direitos Humanos.

<< Assista ao vídeoiframe>

Curta! www.facebook.com/SomosTodxsDefensorxs

Déjenos su opinión

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *