Justiça Global lança relatório sobre criminalização e ameaça aos defensores de direitos humanos na OAB/BA

Inicio Noticias y análisis Justiça Global lança relatório sobre criminalização e ameaça aos defensores (...)

livrodefensoresNesta terça-feira, dia 03/06, será lançado, em Salvador, o relatório “Na Linha de Frente: Defensores de Direitos Humanos no Brasil (2006-2012), que aborda o processo de criminalização e ameaça contra os defensores de direitos humanos e movimentos sociais, às 9h, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil da Bahia.

O relatório é a terceira publicação da Justiça Global sobre a situação dos defensores no Brasil e, nessa edição, apresenta casos emblemáticos de violações enfrentadas por índios Tupinambás na Bahia, os Guajajaras no Maranhão, os pescadores da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, e a situação dos trabalhadores rurais no Pará.

Na Bahia, além da criminalização e ataques ao Povo Tupinambá, o relatório evidencia a perseguição sofrida por integrantes da Quilombo Xis e Campanha Reaja ou Será Morto, as comunidades quilombolas de São Francisco do Paraguaçu e Barra do Parateca e ao Movimento Sem Teto da Bahia.

O documento denuncia também a seletividade do poder público, no caso do Quilombo de São Francisco do Paraguaçu, onde diversos boletins de ocorrência registrados pelos quilombolas não tiveram os desdobramentos devidos, enquanto as queixas realizadas pelos fazendeiros levaram a inúmeras investigações policiais onde os quilombolas são indiciados. Isso evidencia a parcialidade do aparato policial e judicial local.

Está previsto, no lançamento, uma mesa com integrantes da Justiça Global, Quilombo Xis, AATR, Anistia Internacional, Associação de Familiares e Amigos de Prisioneiros e Prisioneiras do Estado da Bahia (ASFAP-BA) e quilombolas de São Francisco de Paraguaçu e Rio dos Macacos.

03 de Jun, às 9h, no auditório da OAB/BA
Rua Portão da Piedade, nº 16 (Antiga Praça Teixeira de Freitas) – Bairro Barris.

Déjenos su opinión

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *