Justiça Global abre seleção para a área de Violência Institucional e Segurança Pública

Home News and analyses Justiça Global abre seleção para a área de Violência Institucional (...)

Processo seletivo para 02 (dois) profissionais com atuação na área dos Direitos Humanos
Local: Rio de Janeiro, Capital
Prazo final para envio de CV: 25 de janeiro de 2016
Início das atividades: 1 vaga para início imediato e 1 vaga para início em maio
Carga horária: 40 horas/semana

Pintura de Tarsila do Amaral
Pintura de Tarsila do Amaral

A Justiça Global seleciona profissional para atuar em sua equipe de Violência Institucional e Segurança Pública. As pessoas interessadas deverão enviar até o dia 25 de janeiro de 2016 um currículo com no máximo duas páginas para o endereço contato@global.org.br acompanhado de carta de apresentação de uma a duas laudas demonstrando sua condição para assumir a posição.

1. Resumo das Funções

• Documentação de violações de direitos humanos;
• Elaboração de pesquisas e relatórios;
• Análise de dados;
• Redação de documentos;
• Articulação de trabalho em rede;
• Encaminhamento de denúncias aos mecanismos nacionais e internacionais de proteção dos direitos humanos;
• Realização de trabalho de campo (missões in loco);
• Interlocução com autoridades e com poder público;
• Interlocução com movimentos sociais, populares e organizações não governamentais;
• Acompanhamento de políticas públicas na área de direitos humanos, principalmente dos temas ligados a segurança pública e sistema prisional;
• Visitas a estabelecimentos de privação de liberdade;

• Elaboração de relatórios de atividades dos projetos;
• Entrevistas para meios de comunicação;

• Representação institucional;

• Elaboração de artigos;

• Litigância internacional

2. Requisitos para a Função

• Experiência profissional na área;
• Morar no Rio de Janeiro;
• Disponibilidade para viagem nacional e internacional;
• Interesse na área de promoção e proteção dos direitos humanos;
• Interesse em trabalhar com movimentos sociais e organizações não governamentais;
• Capacidade para trabalhar em equipe;
• Fluência escrita e oral na língua portuguesa;
• Desejável o domínio de outro idioma (inglês, espanhol);
• Capacidade para organizar e ministrar oficinas de formação;
• Capacidade para organizar seminários e reuniões nacionais e internacionais;
• Disponibilidade em executar tarefas mais amplas do que as descritas acima quando necessário;
• Gênero e raça também serão utilizados como critérios de seleção.

3. Inscrições

As candidaturas devem ser encaminhadas até o dia 25 de janeiro de 2016, através do e-mail: contato@global.org.br, ASSUNTO: “Processo Seleção VISP”, contendo a documentação a seguir especificada:

a) currículo com até no máximo duas páginas;
b) carta de apresentação de uma a duas laudas, demonstrando interesse e condição para assumir a posição;
c) apresentação de duas referências para serem contatadas pela equipe de seleção, caso necessário

4. Seleção

• De 26 a 29 de janeiro: Análise dos documentos enviados

• 01 de fevereiro: Publicação do resultado e convocação para as entrevistas

• De 01 a 03 de fevereiro: Todos os convocados para entrevistas deverão encaminhar para o e-mail contato@global.org.br um texto opinativo de, no máximo, duas laudas sobre a temática “Estado, violência e racismo”. Assunto: “Texto para processo de seleção VISP”
• 15 e 16 de fevereiro: Entrevistas

5. Resultado final

• 19 de fevereiro de 2016

6. Remuneração

• Compatível com a função

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *