|  Justiça Global

Defender direitos humanos em época de pandemia

Prezadas companheiras e companheiros,

A Justiça Global está mobilizada no enfrentamento à pandemia do coronavírus. Nosso escritório está fechado, mas seguimos dos nossos lares trabalhando na defesa e promoção dos direitos humanos e no intuito de reduzir os impactos do coronavírus, em especial para a população negra, os moradores de favelas e periferias, trabalhadores informais, pessoas em situação de rua, privados de liberdade e nas comunidades indígenas e tradicionais.

Mais do que nunca é necessário defender a saúde pública e universal, os investimentos em educação, ciência e em políticas sociais. Algumas ações já estão em curso, nos somamos às organizações e aos movimentos sociais que solicitaram a suspensão imediata da Emenda Constitucional 95, do “teto de gastos”, ao STF. Temos incidido para que sejam cumpridas as recomendações do CNJ e adotadas urgentemente medidas contra a proliferação do COVID-19 nos espaços de privação de liberdade. Além disso, estamos mapeando ações de prevenção ao coronavírus e de solidariedade aos afetados pela pandemia organizadas por coletivos de favela, mulheres, LGBTIs, movimentos negros, movimentos de luta por moradia, movimentos de mães e familiares de vitimas de violência do Estado, entre outros, em todo Brasil, para divulgá-las e apoiá-las, quando possível.

Defensoras e defensores de direitos humanos: mesmo com todas as dificuldades, é necessário fazer a quarentena e cuidar da saúde metal e física. Dessa forma, continuaremos firmes para atuar contra as violações cometidas por poderes políticos e econômicos, lutar contra o racismo, o machismo e lgbtfobia. Compartilhar cuidado e notícias é uma forma de nos fortalecermos. Conte conosco! Estamos disponíveis em todas as nossas redes sociais e através do e-mail contato@global.org.br.

Lembre-se sempre: Saúde é direito humano e o direito à vida é mais importante dentre todos os direitos.