Redes e Coalizões

Início Redes e Coalizões

Desde o início, a Justiça Global tem como base de sua missão o compromisso com as lutas sociais e tem buscado atuar de forma coletiva, através do diálogo e da promoção da pluralidade.

Acreditamos na importância de fortalecer os movimentos sociais e trabalhar em conjunto com organizações locais, nacionais e internacionais, a fim de aumentar a participação da sociedade civil de maneira mais sólida e eficaz. Por isso, estamos envolvidos em diversas redes e estabelecemos parcerias estratégicas com a sociedade civil para criar espaços e recursos. Além disso, estamos comprometidos em abrir nossos canais para a mobilização em torno de emergências que afetam pessoas e grupos que tiveram seus direitos violados.

Nossas relações são orientadas pelos princípios de autonomia, transparência, publicidade e respeito aos direitos humanos.

Conheça as redes das quais fazemos parte:

Agenda Nacional pelo Desencarceramento

O Brasil ostenta o desonroso terceiro lugar no ranking dos países com maior população carcerária do mundo. É necessário fechar urgentemente as comportas do sistema penal, com a adoção de medidas efetivas de desencarceramento e de enfrentamento às violências estruturais enquanto persiste a falsa aposta nas penas privativas de liberdade. Nesse sentido, nos propusemos a construir um programa popular de desencarceramento e de desmilitarização, composto por 10 diretrizes e um único eixo: a redução da população prisional do país.

Acesse o site da instituição
ARTEDDH - Articulação Estadual de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos do Rio de Janeiro

Somos uma articulação política formada por organizações e movimentos sociais que atuam na proteção a defensoras e defensores de Direitos Humanos no Rio de Janeiro.

Acesse o site da instituição
Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale (AIAAV)

A Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale (AIAAV) é uma rede de solidariedade que congrega, desde 2009, diversos grupos, como sindicalistas, ambientalistas, ONGs, associações de base comunitária, grupos religiosos e acadêmicos do Brasil e do mundo. Seu objetivo central é contribuir com o fortalecimento das comunidades em rede, promovendo estratégias de enfrentamento aos impactos socioambientais relacionados à indústria extrativa da mineração, sobretudo os vinculados à empresa Vale S.A.

Acesse o site da instituição
Coalizão da ADPF das Favelas (ADPF 635)

Ação pelas revisão das políticas de segurança pública do Estado, um grande passo no enfrentamento à brutalidade policial e ao racismo institucional por meio da ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) 635, conhecida como a “ADPF das Favelas”, apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Acesse o site da instituição
Coalizão Direitos Valem Mais

Criada em 2018, a Coalizão Direitos Valem Mais é um esforço intersetorial comprometido com a democratização da economia e crítico às drásticas políticas de ajuste fiscal, adotadas pelo governo brasileiro nos últimos anos, que tanto destruíram a capacidade do Estado de proteger a população, de combater a miséria crescente e de efetivar políticas públicas garantidoras de direitos.

Acesse o site da instituição
Coalizão Negra por Direitos

Articulação nacional composta por mais de 200 organizações e coletivos negros de todo o país, com o objetivo de construir incidência no Congresso Nacional e em fóruns internacionais, em combate ao racismo e ao genocídio da população negra no Brasil, em defesa dos direitos da população negra e periférica e pela construção de projetos de lei e políticas públicas que melhorem a vida da população negra do país.

Acesse o site da instituição
Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos

Articulação composta por diversas organizações e movimentos da sociedade civil que desde 2004 acompanha e atua na proteção a defensoras e defensores de direitos humanos em situações de risco, ameaça, ataque e/ou criminalização em decorrência de sua atuação.

Acesse o site da instituição
Comitê Justiça Por Marielle e Anderson

O Comitê Justiça por Marielle e Anderson é composto pelo Instituto Marielle Franco, Monica Benício, Agatha Reis e as organizações Justiça Global, Anistia Internacional Brasil, Coalizão Negra por Direitos e Terra por Direitos. O Comitê atua em prol da justiça, reparação e não repetição da violência contra a vereadora e defensora dos Direitos Humanos Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes.

Comitê Nacional em Defesa dos Territórios frente à Mineração

O Comitê Nacional em Defesa dos Territórios frente à Mineração, reúne inúmeros movimentos sociais e organizações de direitos humanos em prol do fortalecimento das lutas por territórios livres, além das ações de formação, produção de pesquisas acadêmicas, mobilização, articulação política e comunicação sobre o comportamento e funcionamento das mineradoras.

Acesse o site da instituição
Conselho Nacional de Direitos Humanos

O Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) é um órgão colegiado de composição paritária que tem por finalidade a promoção e a defesa dos direitos humanos no Brasil através de ações preventivas, protetivas, reparadoras e sancionadoras das condutas e situações de ameaça ou violação desses direitos, previstos na Constituição Federal e em tratados e atos internacionais ratificados pelo Brasil.

Acesse o site da instituição
ESCR NET (Rede DESC)

A Rede Internacional para os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (Rede-DESC) é uma iniciativa de cooperação entre grupos e pessoas de diferentes regiões do mundo, que trabalha em prol da justiça social e dos direitos humanos focada nos direitos econômicos, sociais e culturais (DESC).

Acesse o site da instituição
EUTRP

A Plataforma de Recolocação Temporária da União Europeia [The European Union Temporary Relocation Platform (EUTRP)] é uma rede de entidades, de iniciativa da Comissão Europeia, envolvidas na relocalização temporária de defensores dos direitos humanos em risco.

Acesse o site da instituição
Federação Internacional de Direitos Humanos (FIDH)

Federação de organizações não-governamentais de direitos humanos. O objetivo é promover o respeito por todos os direitos listados na Declaração Universal dos Direitos Humanos, no Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos e no Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais.

Acesse o site da instituição
Fórum Popular de Segurança Pública do Rio de Janeiro (FPOPSEG)

Lançado em junho de 2022, o FPOPSEG reúne movimentos sociais de favela, coletivos, entidades e defensoras/es de direitos humanos, universidades e familiares de vítimas de violência de Estado com o objetivo combater a política racista e terrorista do Estado contra as favelas e periferias do Estado do Rio de Janeiro.

Acesse o site da instituição
GT Corporações

Grupo de Trabalho que congrega organizações não-governamentais, sindicatos, universidades e outros especialistas nos temas relacionados a Empresas e Direitos Humanos, com incidência nacional e internacional.

Movimento Escazú Brasil

O Movimento é formado por organizações da sociedade civil, redes, coalizões, movimentos sociais e cidadãos e cidadãs que atuam para promover o Acordo de Escazú no Brasil e a participação qualificada da sociedade civil brasileira nas Conferências das Partes (COPs) e outras atividades relacionadas ao Acordo de Escazú, que busca promover os direitos de acesso à informação, à participação e à justiça em questões ambientais e a proteção de defensores/as ambientais. Trata-se do primeiro acordo ambiental da América Latina e do Caribe e o primeiro do mundo com obrigações específicas de proteção de defensoras/es ambientais.

Acesse o site da instituição
Observatório Direitos Humanos e Crise Covid-19

O Observatório de Direitos Humanos – Crise e COVID-19 é uma ação estratégica de 35 organizações sociais e movimentos populares, de um espectro diverso dos direitos humanos, para monitorar, formular e sistematizar informações relativas aos direitos humanos no contexto da pandemia do coronavírus e das crises brasileiras.

Acesse o site da instituição
Organização Mundial Contra a Tortura (OMCT)

A Organização Mundial Contra a Tortura é a maior coalizão de organizações não governamentais que lutam contra a detenção arbitrária, a tortura, as execuções sumárias e arbitrárias, os desaparecimentos forçados e outras formas de violência.

Acesse o site da instituição
Plataforma DHESCA Brasil

É uma rede formada por 40 organizações da sociedade civil, que desenvolve ações de promoção e defesa dos Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais (DHESCAs), bem como de reparação de violações de direitos.

Acesse o site da instituição
Plataforma RPU Brasil

A Revisão Periódica Universal (RPU) verifica o cumprimento das obrigações e compromissos de Direitos Humanos assumidos pelos Estados-membros das Nações Unidas, buscando melhorar a situação dos Direitos Humanos em todo o mundo. A coalizão RPU Brasil une entidades da sociedade civil com o intuito de monitorar a situação dos Direitos Humanos no Brasil sob o olhar das Recomendações da RPU.

Acesse o site da instituição
Rede Brasileira de Justiça Ambiental (RBJA)

É um espaço de identificação, solidarização e fortalecimento dos princípios de Justiça Ambiental ― marco conceitual que aproxima as lutas populares pelos direitos sociais e humanos, a qualidade coletiva de vida e a sustentabilidade ambiental. Constituiu-se como um fórum de discussões, de denúncias, de mobilizações estratégicas e de articulação política, com o objetivo de formulação de alternativas e potencialização das ações de resistência desenvolvidas por seus membros ― movimentos sociais, entidades ambientalistas, ONGs, associações de moradores, sindicatos, pesquisadores universitários e núcleos de instituições de pesquisa/ensino.

Acesse o site da instituição
Rede Justiça Criminal (RJC)

Formada por oito organizações não governamentais que promovem ações de advocacy, buscando a disseminação de informação, a promoção do debate público, a elaboração e o encaminhamento de propostas, junto aos atores do sistema de justiça criminal e à sociedade civil, nos eixos Dados e Transparência, Direitos e Garantias e Violência Institucional.

Acesse o site da instituição
Stop Corporate Impunity

Campanha Global para Reivindicar a Soberania dos Povos, Desmantelar o Poder Corporativo e por fim à Impunidade.

Acesse o site da instituição
Treaty Alliance

Articulação de organizações e movimentos sociais de várias partes do mundo para a construção de um Tratado Internacional sobre violações aos direitos humanos cometidas por empresas transnacionais.

Acesse o site da instituição