|  Por camila

Somos Mães de Maio

Por Débora Maria da Silva

 

É que o Brazil (com z) precisava do seu símbolo maior: $

 

E cada dia está sendo derretido

com o Sangue escorrido pela Vielas e Becos nas favelas e periferias

onde habita a nossa gente empobrecida.

 

A perseguição aos povos favelados e periféricos 

debaixo dos olhos de uma justiça paga para não enxergar.

 

Não foi diferente com os Crimes de Maio.

 

600 vidas que tiveram o direito de sua existência renegado

Por esse país que mata numa ditadura explícita

aos olhos de uma população anestesiada

pela cultura do medo.

 

Somos Mães de Maio

 

Mães profissionais especializadas mesmo sem diplomas acadêmicos. 

Mães, nos tornamos mestras no Brasil afora!

 

Legislação foi necessária por memória, verdade e o não esquecimento de quem demos a Vida.

Muitos acordam junto com nosso manto sagrado

caído nas ruas com todo nosso apoio.

 

Sem timidez ao entender que as ruas eram o único caminho da transformação

de um caráter em busca de direitos contra esse estado terrorista.

 

Muitas de nós já se foram,

não suportaram a impunidade perversa,

que sabemos, é um projeto de governantes para seguir no poder

vendendo a falsa segurança de uma polícia 

feita para proteger o capital branco.

 

Vindo disfarçada de protetora de “pessoas de bem”,

o mesmo perfil de quem o criou

e para quem servirá.

 

Se não foi feita para nosso perfil,

por sermos empobrecidas,

então ela precisa acabar.

Não serve mais esse modelo

Reis e Rainhas não existem mais. 

 

Assistimos encarecidas as riquezas roubadas de nós brasileiras 

elas precisam ser devolvidas

junto com nossa carta de euforia 

exigimos que sejam escritas à caneta.

Disso teremos a certeza

que a liberdade e igualdade serão alcançadas.

Sem reis e sem rainhas

Com a destruições dos capitães do mato.

 

#Os Nossos Mortos Têm Voz

#Os Nossos Filhos Têm Mães 

#MãesdeMaio  

#FascistaseRacistasNãoPassarão

#ForaBolsonaro

#ForaAlckmim

#RespeiteAsMães

#LutoComAsMães