Evento em Genebra discute o combate ao poder corporativo

Início Notícias e análises Evento em Genebra discute o combate ao poder corporativo

 

Durante a 32a. sessão do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas, a Campanha Global pelo Desmantelamento do Poder Corporativo e para por fim a sua impunidade convida para o evento paralelo

“Desafiar os crimes corporativos e a impunidade: comunidades afetadas em busca de justiça”
Nesta quinta, dia 16 de junho, a partir das 17h, no  Palais des Nations, Sala IV , Genebra

Expositores:

Ncumisa Pamella Notutela
Representante Permanente Adjunta da África do Sul no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas

Daniel Bertossa
Public Services International (PSI)

Alexandra Montgomery
Justiça Global

Melik Özden
Diretor do Centre Europe – Tiers Monde (CETIM)

Alberto Villareal
Amigos de la Tierra Internacional (FOEI) – Uruguay

Moderador:

Brid Brennan
Transnational Institute (TNI)

O trabalho do Grupo de Trabalho Intergovernamental sobre corporações transnacionais e outras empresas e direitos humanos está agora em seu segundo ano. Este grupo de trabalho iniciou seu mandato em junho de 2014, e seu trabalho abriu um novo capítulo histórico que coloca o desafio da regulação das corporações transnacionais na agenda internacional.

Além disso, ele destaca a busca permanente de comunidades afetadas ao acesso efetivo à justiça e o fim da impunidade corporativa. O evento paralelo pretende ouvir as perspectivas dos diferentes setores – as comunidades afetadas, sindicatos e redes de mulheres. Também pretende-se atualizar
o impulso continuado de iniciativas públicas e debate a nível nacional e internacional, em preparação para a segunda sessão do grupo de trabalho, que será realizada em outubro.

O objetivo geral é ampliar e fortalecer a participação e empenho dos governos e da sociedade civil nesta fase do processo de preparação, além de identificar os momentos chave no calendário político que possam nortear as ações do grupo de trabalho até a sua segunda sessão.

Comentários encerrados.