José Carlos da Silva

Caso 13.988, P-441-10.

UF:

Rio de Janeiro.

DATA DA DENÚNCIA:

21 de abril de 2011.

SITUAÇÃO:

Denunciado à Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

PETICIONÁRIA:

Justiça Global.

RESUMO:

José Carlos foi torturado na Casa de Custódia Pedro Melo, no Complexo Penitenciário de Gericinó (ainda Bangu na época). Faleceu no dia 24 de julho de 2006 no Hospital Penal Fábio Soares Maciel em decorrência de lesões na cabeça. José Carlos era preso provisório. Ficou 4 meses sem receber visitas e chegou a enviar 10 cartas denunciando as torturas que vinha sofrendo. O óbito não foi comunicado a seus familiares e José Carlos foi enterrado como indigente. Na época do envio do caso, em 2011, ainda estava em fase de inquérito.